31/10/2016

Próximos dias ainda requerem atenção

As cagarras, principalmente as juvenis que saem dos seus ninhos nesta altura, atravessaram um fim de semana crítico causado pela lua nova. As noites, mais claras, potenciam a luz da iluminação pública das cidades e as cagarras são mais facilmente encandeadas.

Biometrias realizadas durante uma Brigada de Patrulhamento

Foram vários os registos durante os últimos dias, desde a cidade do Funchal, passando pela Ponta Delgada e até ao Porto Santo, levando a algumas deslocações por parte das nossas brigadas. O procedimento foi o habitual: recolha, registo de dados da ave e posterior libertação, este último passo sempre realizado junto do mar numa área distante de focos luminosos.

Apesar das noites de lua nova já terem passado, as cagarras ainda estão suscetíveis a encandeamentos nos próximos dias. Por isso é importante que mantenha o alerta e, para o caso de ter que salvar uma ave marinha, siga os 4 passos divulgados e informe-nos através do preenchimento de formulário.

Brigada de Patrulhamento promovida pela SPEA Madeira,
iniciada junto de um grande foco de luz na zona da Praia de São Tiago

Pode promover o salvamento das cagarras ao organizar junto dos seus amigos ou família uma brigada de patrulhamento, à semelhança do que foi dinamizado pela SPEA Madeira na passada sexta-feira. Foram o total de 13 pessoas que se juntaram à nossa brigada, que ao patrulhar a frente-mar do Funchal recolheu uma cagarra encandeada que caiu numa via de trânsito. Agradecemos a presença das pessoas interessadas na atividade. Pode ver fotos do patrulhamento na nossa página de Facebook.

Ajude-nos a salvar as nossas aves marinhas e colabore na sua conservação. Para o esclarecimento de qualquer dúvida ou sempre que encontre um animal, contacte-nos através do nosso telefone 967 232 195, do e-mail madeira@spea.pt ou do Formulário Salvei uma Ave Marinha.

Sem comentários:

Publicar um comentário